TUDO SOBRE PROTEÇÃO SOLAR E PREVENÇÃO DO CÂNCER DE PELE

A exposição ao sol é a principal causa de câncer de pele, mas também é evitável. Torne a proteção solar parte de sua rotina diária com filtro solar de alta proteção UVA-UVB de amplo espectro. O câncer de pele se enquadra em 3 categorias principais: ceratose actínica, carcinoma basocelular e melanoma. O uso consistente de protetor solar ao longo da vida reduz o risco de todos os 3. Se você tem muitas manchas, está particularmente sob risco de câncer de pele, uma vez que 35% dos melanomas surgem de manchas existentes. Para verificar suas pintas, use o método ABCDE:

A: Assimetria. A sua pinta é assimétrica?
B: Borda. A sua pinta tem uma borda irregular?
C: Cor. A sua pinta contém cores diferentes?
D: Diâmetro. A sua pinta tem mais de 6 mm de diâmetro?
E: Evolução. A sua pinta está mudando?

Se você respondeu “sim” a qualquer uma das perguntas acima, você deve consultar um dermatologista o mais rápido possível para uma verificação profissional de sua mancha. Se detectados precocemente, 90% dos cânceres de pele são curáveis, razão pela qual o rastreamento é tão importante. Verifique suas manchas hoje e salve a sua pele.

A janela crítica para a prevenção do câncer de pele é dos 0-20 anos, por isso é especialmente importante proteger a pele na infância e do sol e que manterão pelo resto de suas vidas.

• Protetor solar para proteção UVA e UVB e com altíssimo FPS, e reaplique a cada 2 horas
• Procure a sombra entre 11h e 15h.

• Proteja a pele com chapéus, óculos de sol e roupas de proteção.
• Aplique generosamente para proteção solar UVA-UVB de altíssima proteção a cada 2 horas.

O argumento de que protetor solar causa câncer não tem nenhum embasamento científico. Por outro lado, existem inúmeras evidências de que o filtro solar não só é seguro, mas também reduz o risco de câncer, como o melanoma.

RAIOS UV: A CAUSA PRINCIPAL DO CÂNCER DE PELE



O PROTETOR SOLAR PODE PREVENIR O CÂNCER DE PELE

Hoje, o risco de desenvolver câncer de pele é de 1/1001. Férias mais longas, a busca por destinos cada vez mais ensolarados, atividades ao ar livre e bronzeamento artificial ajudam a explicar esse aumento no número de cânceres de pele. Isso ocorre porque a exposição ao sol é a causa mais importante de câncer de pele. Estatística surpreendente: apenas 5 queimaduras solares com bolhas antes dos 20 anos de idade podem aumentar o risco de melanoma em 80%. Felizmente, com a proteção certa, as queimaduras solares são evitáveis. Por esse motivo, é importante usar filtro solar UVA-UVB de amplo espectro diariamente para prevenir o câncer de pele.

O QUE EXATAMENTE É O
CÂNCER DE PELE?


Os cânceres de pele se enquadram em 3 categorias principais:

Ceratose actínica ou ceratose solar: essas lesões muito comuns não são cânceres de pele. São manchas escamosas que são ásperas ao toque e tendem a se repetir na superfície da pele. Eles aparecem após exposição prolongada e repetida ao sol. Eles indicam que a pele perdeu sua capacidade natural de se proteger do sol e dos raios ultravioleta. Alguns deles podem levar ao desenvolvimento de câncer de pele. A ceratose actínica pode ser evitada com o uso de protetor solar por toda a vida;

Carcinoma basocelular: Representam 90% dos cânceres de pele e são causados principalmente pela exposição frequente e repetida ao sol na idade adulta. A detecção precoce significa que os carcinomas basocelulares podem ser tratados, uma vez que apresentam crescimento lento. Como os carcinomas basocelulares geralmente estão localizados na face, a detecção tardia pode causar cicatrizes inestéticas. Portanto, é essencial que você consulte um dermatologista se tiver novos caroços, inchaços ou úlceras na pele. Para prevenir essa forma de câncer de pele, use protetor solar UVA-UVB de amplo espectro diariamente, especialmente em áreas expostas como o rosto;

Melanoma: forma maligna de câncer de pele. Este é o tipo mais perigoso de câncer de pele, pois pode colocar em risco a vida do paciente. Aparece como resultado de explosões curtas e intensas de exposição ao sol, como aquelas que causam queimaduras solares. Ele assume a forma de manchas marrons ou pretas na pele saudável. E em 35% dos casos, trata-se de uma pinta pré-existente. Se diagnosticado durante o primeiro estágio de desenvolvimento, pode ser completamente curado com tratamento médico. Se você descobrir uma lesão suspeita, é vital que consulte um dermatologista.

O QUE DETERMINA
MEU RISCO DE CÂNCER DE PELE?


USE PROTETOR SOLAR DE ALTA PROTEÇÃO SE VOCÊ SE ENQUADRAR EM QUALQUER UMA DESTAS CATEGORIAS
Vários fatores afetam o risco de desenvolver câncer de pele. Se os fatores abaixo se aplicarem a você, você deve ser especialmente zeloso quanto ao uso de protetor solar para prevenir o câncer de pele:

1. Você tem pele clara (fototipo I ou II na escala de Fitzpatrick *), que bronzeia pouco e costuma queimar;
2. Você tem sardas ou pintas que diferem na aparência (tamanho, forma, cor);
3. Você teve queimaduras solares graves quando criança ou foi frequentemente exposto a forte luz solar durante a infância e adolescência;
4. Existe um histórico de câncer de pele em sua família.


Clique AQUI para uma visão geral da escala Fitzpatrick.

PINTAS E O SOL:
UMA MÁ COMBINAÇÃO


PROTEJA SUAS PINTAS COM PROTETOR SOLAR PARA EVITAR CÂNCER DE PELE

Entre a infância e a adolescência, a exposição ao sol influencia o número de manchas que podem aparecer na pele, bem como seu tamanho. No entanto, quanto mais pintas uma pessoa tem, maior o risco de desenvolver câncer de pele, visto que 35% dos cânceres de pele se desenvolvem a partir de uma mancha pré-existente². Portanto, é essencial proteger efetivamente as crianças e adolescentes do sol para minimizar o aparecimento de novas manchas. Além disso, a superexposição de manchas existentes ao sol influencia o desenvolvimento de lesões que podem ser cancerígenas.

Uma dica valiosa? O uso de protetor solar previne o câncer de pele: Deve ser aplicado generosamente a cada 2 horas, principalmente na infância e adolescência, mas também ao longo da vida adulta. Se você tem muitas manchas na pele, deve prestar atenção especial ao uso de protetor solar para prevenir o câncer de pele.

MINHA PINTA
É CANCERÍGENA?


COMO VERIFICAR SUAS PINTAS USANDO O MÉTODO ABCDE

Dermatologistas criaram o método ABCDE de verificação de pintas para detectar manchas que são potencialmente cancerosas. Se algum dos itens a seguir se aplicar à (s) sua (s) pinta (s), você deve consultar um dermatologista o mais rápido possível para uma verificação profissional.

A: Assimetria. A sua mancha é assimétrica?
B: Borda. A sua mancha tem uma borda irregular?
C: Cor. A sua mancha contém cores diferentes?
D: Diâmetro. A sua mancha tem mais de 6 mm de diâmetro?
E: Evolução. A sua mancha está mudando?

CÂNCER DE PELE:
A DETECÇÃO PRECOCE É FUNDAMENTAL


Se detectados precocemente, 90% dos cânceres de pele são curáveis. É por isso que a triagem é tão importante. Se você notar uma nova verruga, ou uma verruga que está mudando de aparência, ou se você nunca fez um exame de verruga de corpo inteiro, é altamente recomendável consultar um dermatologista. Lembre-se de que quanto mais cedo o câncer de pele for diagnosticado, maiores serão as chances de um tratamento bem-sucedido. Além das visitas ao dermatologista, fique de olho nas suas manchas e nas de seus entes queridos. E claro, faça do filtro solar um dia não negociável para proteger suas manchas e prevenir o câncer de pele.

PROTETOR SOLAR NA INFÂNCIA
EVITA MELANOMA NA VIDA ADULTA


Os dermatologistas concordam que a janela crítica para a prevenção do câncer de pele é entre os 0 e os 20 anos. 86% dos melanomas são atribuídos à superexposição aos raios UVA e UVB, e 80% dos danos à pele causados pelo sol ocorrem antes dos 18 anos de idade. É por isso que o comportamento de proteção solar na infância e adolescência é essencial para salvaguardar a saúde futura, mesmo décadas antes. Por esse motivo, é importante educar as crianças sobre comportamentos inteligentes desde a mais tenra idade, para torná-las autônomas na proteção da pele. O básico:

• Procure a sombra entre 11h e 15h, quando o sol está mais forte;

• Use roupas de proteção como chapéu, óculos de sol, camisas de manga comprida, etc;

• Aplicar generosamente para proteção solar UVA-UVB de altíssima proteção a cada 2 horas, ou após nadar, se secar ou suar.

Para informações detalhadas sobre como proteger as crianças do sol, clique AQUI.

Preocupado com os rumores que ouviu sobre a segurança do protetor solar? Clique AQUI.

QUAL PROTETOR SOLAR DEVO USAR
PARA PREVENIR O CÂNCER DE PELE?


Na La Roche Posay, temos o compromisso de ajudá-lo a fazer tudo o que estiver ao seu alcance para prevenir o câncer de pele. Isto inclui fornecer a você a mais avançada tecnologia de proteção solar disponível no mercado: Anthelios.
ANTHELIOS PROTETOR SOLAR, PARA COMBATER O CÂNCER DE PELE

Recomendada por 25.000 dermatologistas em todo o mundo, a linha Anthelios de protetores solares de alta proteção FPS, de amplo espectro, apresenta nossa tecnologia patenteada XL Protect, o resultado de pesquisa cuidadosa e extensa comprovação clínica.

Anthelios oferece proteção ideal contra os raios UVA e UVB e vem em uma variedade de texturas para se adequar a diferentes situações. Projetado para confortar e proteger até mesmo os tipos de pele mais sensíveis, está disponível em creme com cor de rápida absorção, fluido ultra-leve, gel-creme para pele oleosa e uma fórmula suave projetada especialmente para crianças. Torne o protetor solar parte de sua rotina diária e verifique regularmente suas pintas para maximizar suas chances de permanecer livre de câncer.

PROTETOR SOLAR PODE
CAUSAR CÂNCER?


O PROTETOR SOLAR É SEGURO?

A segurança do protetor solar é atualmente o assunto de muito debate online. Afirmações recentes até sugeriram que o filtro solar pode realmente causar câncer. Mas se olharmos para as evidências científicas disponíveis, tais alegações são totalmente infundadas.

Fato: Nenhum dado publicado até o momento mostra qualquer efeito adverso sobre a saúde humana devido ao uso regular de protetor solar4. A segurança dos protetores solares tem sido investigada em laboratórios e em indivíduos vivos por muitos, muitos anos. Os resultados destes estudos oferecem evidências convincentes de que os protetores solares são ao mesmo tempo seguros e eficazes.
O PROTETOR SOLAR PODE CAUSAR CÂNCER DE PELE?

Vários estudos científicos têm refutado as alegações de que o protetor solar pode causar melanoma. Avaliações abrangentes de milhares de pessoas demonstraram categoricamente que o uso de protetor solar não aumenta as chances de uma pessoa desenvolver melanoma. 5,6

Fato: O sol causa câncer de pele. Sabemos com certeza que o sol - ou a radiação UV - causa câncer de pele e o protetor solar protege contra o melanoma. No caso do melanoma, 86% dos casos são submetidos a uma superexposição aos raios solares. O ''Journal of Clinical Oncology'' publicou um estudo clínico de 2011 com mais de 1.600 pessoas, demonstrando que o uso regular de protetor solar reduziu a incidência do melanoma em 50-73%.

Fato: Proteger sua pele diariamente e verificar regularmente suas pintas ajudará a minimizar seu risco de câncer de pele.

Confira AQUI o método ABCDE para ajudar você a verificar a sua pele. O conteúdo contém muitas ferramentas claras, informativas e interativas para mostrar a você como checar a sua pele e a de sua família e detectar quaisquer lesões suspeitas o mais cedo possível.
1. American Association for Cancer Research Press Release, May 29, 2014 http://www.aacr.org/Newsroom/Pages/News-Release-Detail.aspx?ItemID=553#.WKyFqxLhAvo.
2. The Syndicat National des Dermatologues-Vénérologues (National Union of Dermatologists-Venereologists).
3. Parkin DM, Mesher D, Sasieni P. Cancers attributable to solar (ultraviolet) radiation exposure in the UK in 2010. Br J Cancer 2011; 105:S66-S69.
4 Burnett, ME & Wang, SQ. Current sunscreen controversies: A critical review. Photodermatology, Photoimmunology & Photomedicine. 2010. 27, 58–67.
5. Huncharek M, Kupelnick B. Use of topical sunscreens and the risk of malignant melanoma: a meta-analysis of 9067 patients from 11 case-control studies. Am J Public Health 2002; 92:1173-1177.
6. Dennis LK, Beane Freeman LE, VanBeek MJ. Sunscreen use and the risk for melanoma: a quantitative review. Ann Intern Med 2003; 139:966-978.

VERDADEIRO
OU FALSO

O SOL PODE
ENVELHECER A PELE PREMATURAMENTE.

VERDADEIRO

Os raios UVA destroem substâncias que são reponsáveis por dar estrutura à pele, como fibras de colágeno e elastina. Com o tempo, a exposição ao sol provoca a perda de elasticidade e viçosidade da pele, além de causar o surgimento de rugas. Os raios UVB também estimulam a produção irregular e desigual de pigmentação, resultando em manchas escuras e uma pele amarelada. No mundo inteiro, essas alterações na pele são conhecidas como fotoenvelhecimento.
Leia mais

NÃO PRECISA USAR
PROTETOR SOLAR EM DIA NUBLADO.

FALSO

Mesmo em dias nublados e chuvosos, a pele continua sendo exposta a raios UV que causarão o surgimento gradual das manchas de fotoenvelhecimento. Para proteger completamente a pele, use um protetor solar diariamente e não só quando o dia amanhecer ensolarado e quente
Leia mais

QUANTO MAIS
CEDO FOR DETECTADO O CÂNCER DE PELE, MELHOR

VERDADEIRO

Se detectado cedo, 90% dos cânceres de pele podem ser curados. Por isso que fazer o exame é tão importante nas visitas ao dermatologista, use também para ficar de olho nos seus sinais e nos sinais das pessoas que você ama. E, naturalmente, faça do protetor solar um passo indispensável da sua rotina diária para proteger os sinais e prevenir o câncer de pele.
Leia mais

NÓS TAMBÉM TEMOS
UMA LINHA PARA ISSO

ANTHELIOS é pioneira no mercado de protetores solares. Seu amplo espectro e muito alta proteção é o resultado de mais de 25 anos de pesquisa clínica avançada em cuidados com o sol e peles sensíveis ao sol.