POR QUE A FALTA DE SONO PREJUDICA
A SAÚDE (E A SUA FELICIDADE!)

Article Read Duration 6 minuto(s) de leitura

É oficial: a privação de sono é uma epidemia. Um terço dos adultos dorme menos que a quantidade de horas recomendada. Os especialistas põem a culpa no estresse laboral, no trabalho por turnos e no uso de dispositivos digitais à noite, que mantém o cérebro desperto. Quem tem filhos também sofre de sono interrompido por motivos óbvios!
A falta de sono tem efeitos de curto e longo prazo:

 

Efeitos de curto prazo do sono ruim Impactos de longo prazo na saúde
Função cognitiva prejudicada
Dificuldade de concentração
Irritabilidade e oscilações de humor
Falta de empatia
Perda de memória
Maior risco de:
• derrame
• infarto
• diabetes
• obesidade
• pressão alta
• depressão

 

Há inúmeras coisas que você pode fazer para melhorar a qualidade do seu sono:

• Praticar a boa “higiene do sono”
• Fazer exercícios físicos diariamente, mas não muito perto da hora de dormir
• Cortar a cafeína depois do meio-dia
• Fazer um jantar leve ao entardecer
• Desligar os dispositivos digitais duas horas antes de deitar

A falta de sono também está fortemente relacionada à saúde da pele. A privação prolongada do sono causa sinais acentuados de envelhecimento: olheiras, inchaço, rugas… E os problemas de pele, por sua vez, também podem afetar o sono: 90% das crianças com eczema têm problemas para ter uma boa noite de sono devido à coceira persistente.

VOCÊ ESTÁ
DORMINDO O SUFICIENTE?

Devo tentar dormir 8 horas por noite?

“ Boa noite, durma com os anjos - ah, se fosse assim tão fácil! Este é um velho ditado que está cada vez mais difícil de colocar em prática. Quase todos nós temos a sensação de que não estamos conseguindo dormir o suficiente - ou bem - em algum momento de nossas vidas. Pesquisas mostram que a falta de sono é uma preocupação global crescente que pode ter um sério efeito indireto na saúde e na qualidade de vida das pessoas.

Porém, antes de mais nada, quantas horas de sono você realmente precisa?

Se você é adulto, pode ter como meta dormir 8 horas por noite. Acontece que essa crença amplamente difundida não está longe de ser verdadeira. A National Sleep Foundation recomenda 7 a 9 horas de sono por noite para adultos de 18 a 64 anos. As crianças, por sua vez, precisam dormir mais que os adultos.

NÃO CONSEGUE DORMIR?
VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHO NESSA!

A insônia e a perda de sono são uma epidemia em expansão

Se você sofre de insônia, sono interrompido ou repouso geralmente insatisfatório, está longe de ser a única pessoa passando por isso. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) afirma que um terço dos adultos norte-americanos dorme menos do que as horas recomendadas de sono.

Na França, 73% das pessoas acordam pelo menos uma vez durante a noite. E a pressão da paternidade deixa o problema ainda maior: 60% das pessoas com filhos sentem que não dormem o suficiente. Inúmeros outros estudos trazem as mesmas conclusões: o fato é que o sono insuficiente está se tornando uma epidemia global.

PRINCIPAIS CAUSAS DA PRIVAÇÃO DE SONO

Estresse laboral, trabalho por turnos, dispositivos digitais… e filhos!

A principal causa do sono interrompido muitas vezes é ter que cuidar dos pequeninos. As crianças que acordam durante a noite têm um enorme impacto na qualidade do sono dos pais. Se seus filhos mantêm você acordado à noite, experimente seguir essas dicas de um especialista em sono infantil.

Outras causas significativas da privação de sono estão relacionadas com o trabalho. Será que você tem um emprego que te pressiona muito e experimenta tanto estresse durante o dia que ele acaba contaminando a sua noite? Ou será que você trabalha por turnos e precisa ficar trocando o dia pela noite com frequência?

Se filhos acordados ou o estresse laboral não são os culpados dessa história, será que o excesso de telas está tirando o seu sono?

 

Os dispositivos digitais mantêm o cérebro desperto

Muitos especialistas acreditam que os nossos problemas com o sono estão relacionados com a digitalização da vida pós-moderna: em outras palavras, vivemos grudados em nossos smartphones, tablets e outros dispositivos.

Esse estímulo constante mantém a nossa mente superativa até altas horas da noite e a luz azul das telas desses dispositivos inibe a produção do hormônio do sono, a melatonina. As estatísticas falam por si só: 20% das pessoas deixam seus smartphones ligados à noite, 50% são acordadas por mensagens e 30% respondem a mensagens imediatamente.

5 SINAIS DE QUE VOCÊ SOFRE DE PRIVAÇÃO DO SONO

  • Você tem dificuldade de se concentrar: a privação do sono afeta a função cognitiva, com potencial de prejudicar o desempenho escolar ou profissional.
  • Você fica irritadiço com oscilações de humor: a falta de sono pode afetar sua capacidade de lidar com a vida cotidiana.
  • Você sofre com uma sensação de cérebro nublado ("brain fog") que não passa: mais uma vez, os efeitos na função cognitiva podem deixar seu cérebro em modo lento.
  • Você tem dificuldade em se relacionar com os outros: além da função intelectual, a perda de sono pode afetar seu quoeficiente emocional (QE), tornando você menos capaz de sentir empatia.
  • Você está tendo lapsos de memória, com perda da função mnemônica.

 

EFEITOS DA FALTA DE SONO
NA SAÚDE FÍSICA E MENTAL

Em longo prazo, a má qualidade do sono pode ter efeitos de maior alcance em sua saúde geral. Ela aumenta o “risco cardiovascular,”, colocando você em maior risco de ter problemas como derrames e infartos. Ela também está associada com pressão alta, diabetes e obesidade. Além dos problemas de saúde física, o sono também é um fator que contribui para os problemas de saúde mental, como a depressão. Não faz mal repetir e insistir: dormir bem é o segredo da boa saúde e felicidade. Leia a próxima seção para ficar por dentro das principais dicas para melhorar o seu sono.

5 DICAS PARA TER UMA BOA NOITE DE SONO

  • Pratique a boa “higiene do sono”: Tenha um horário definido para ir dormir e acordar e não deixe de segui-lo. Evite tirar cochilos e dormir até muito tarde aos finais de semana para não bagunçar seu ritmo circadiano.
  • Faça exercícios físicos diariamente… mas não muito tarde. Um treino intenso é uma ótima maneira de se preparar para uma boa noite de sono, mas certifique-se de deixar pelo menos 4 horas entre o treino e a hora de dormir para dar tempo ao corpo para relaxar.
  • Consuma bebidas com cafeína, como chá e café, apenas antes do meio-dia. Isso dará ao seu corpo tempo para liberar a cafeína antes de dormir.
  • Faça um jantar leve ao entardecer. Comer muito tarde da noite pode causar refluxo e interferir no sono.
  • Evite os dispositivos eletrônicos pelo menos 2 horas antes de ir dormir. Também é bom diminuir as luzes da casa nesse período. Isso ajudará a dizer para o seu cérebro que está perto da hora de dormir, estimulando a produção da melatonina, o hormônio do sono.

 

O SONO AFETA A QUALIDADE DA PELE…

A privação de sono agrava os sinais de envelhecimento

Durante o sono de qualidade, a renovação celular da pele aumenta em um fator de 2, e a pele também aumenta a produção de seus componentes internos, como o colágeno e a elastina. Quando uma pessoa é privada de sono, alguns sinais reveladores desse estado provavelmente surgirão no rosto:

  • Olheiras e inchaço nos olhos
  • Aumento de rugas e perda do viço da pele
  • Tez pálida e sem brilho
  • Infecções de pele e aftas

 

…E OS PROBLEMAS DE PELE TAMBÉM AFETAM
A QUALIDADE DO SONO!

A coceira provocada por uma pele com tendência ao eczema atópico afeta o sono de forma significativa

Na La Roche-Posay, nós acreditamos que a pele com tendência ao eczema atópico pode estar fortemente relacionada à qualidade do sono. Cerca de 90% das crianças com dermatite atópica têm coceira noturna e, da mesma forma, 90% delas consequentemente sofrem de distúrbios do sono.

VERDADEIRO
OU FALSO

OS SURTOS DA DERMATITE ATÓPICA PODEM
SER DESENCADEADOS PELO STRESS.

VERDADEIRO

Não sabemos explicar o motivo, mas os especialistas perceberam que as emoções, o choque e o stress podem ter um papel determinante ao desencadear os surtos da dermatite atópica. No entanto, a dermatite atópica também é conhecida por ser uma doença genética. Se o stress for um fator desencadeante para você, busque técnicas de gerenciamento de stress, como mindfulness.

A DIETA PODE
AGRAVAR A DERMATITE ATÓPICA?

VERDADEIRO

Determinados alimentos podem agir como desencadeadores da dermatite atópica e causar surtos. Se você acha que a alimentação pode estar agravando a dermatite atópica em você ou nos seus filhos, consulte um médico. Ele poderá realizar exames de sangue e testes cutâneos para verificar se você tem alergia a diferentes alimentos (os suspeitos de sempre são amendoim, leite, soja, trigo, peixe e ovo).

DERMATITE ATÓPICA
DESAPARECE COM O TEMPO.

VERDADEIRO

Dependendo da criança, a dermatite atópica pode durar alguns meses ou anos. Metade dos bebês com dermatite atópica se curam até chegar aos cinco anos. Em alguns casos, a dermatite atópica continua na idade adulta, mas isso é impossível prever. Não há uma cura definitiva para a dermatite atópica, mas ela pode ser tratada com os produtos corretos.

DERMATITE ATÓPICA
PODE SER CONTAGIOSA.

FALSO

A dermatite atópica ou eczema é uma doença genética e não é contagiosa. O tratamento para os sintomas da dermatite atópica é baseado em substitutos do sabão, emolientes e corticosteróides tópicos.

NOSSOS COMPROMISSOS
COM A SEGURANÇA

Padrões de segurança além dos regulamentos internacionais de cosméticos.

simple page

PRODUTOS TESTADOS
EM TODOS OS TIPOS DE PELES

Ver mais
Um pré-requisito = Nenhuma reação alérgica
Se percebemos um único caso, voltamos para o laboratório e refazemos a fórmula
simple-page

APENAS O ESSENCIAL,
NA DOSE ATIVA CERTA

Ver mais
Desenvolvidos em colaboração com dermatologistas e toxicologistas, nossos produtos contêm apenas os ingredientes necessários, na dose ativa certa.
safety

TESTADO
EM PELES 
SENSÍVEIS

Ver mais
A tolerância de nossos produtos é testada nas peles mais sensíveis: reativa, alérgica, com tendência à acne, atópica, com danos ou enfraquecida por tratamentos contra o câncer.
Simple-page

PROTEÇÃO DA FÓRMULA
AO LONGO DO TEMPO

Ver mais
Nós selecionamos as embalagens que mais protegem apenas com os conservantes necessários para garantir uma tolerância e eficácia perfeitas ao longo do tempo.