A marca mais recomendada pelos dermatologistas.

Qual é a diferença da pele mista e oleosa?

A pele mista combina oleosidade excessiva na “Zona T” (testa, nariz e queixo), com áreas de pele normal ou seca. Já a pele oleosa e/ou acneica apresenta imperfeições, poros dilatados, brilho excessivo na zona T e cravos.

Como cuidar da minha pele oleosa?

A limpeza deve ser feita com sabonetes líquidos, em barra ou gel, que sejam desengordurantes e adstringentes, de forma equilibrada, pois a lavagem em excesso pode provocar sensibilização ou mesmo efeito “rebote” (com maior produção de gordura pela pele).
A pele oleosa deve ser tratada com agentes que estimulem a renovação celular (ácido salicílico e outros alfa-hidroxiácidos) e protegida diariamente com filtros solares livres de óleo e que tenham a propriedade de controlar o brilho. Nos casos de acne, o dermatologista irá indicar o tratamento específico (peróxido de benzoíla, antibióticos, ácido salícilico, retinóides) que pode ser associado às medicações de uso oral.
Para a hidratação da pele oleosa é importante escolher produtos que não obstruam os poros, não contenham óleo (oil free) e não provoquem cravos (não-comedogênicos). Com estes cuidados, evita-se que a pele fique com um aspecto gorduroso. Deve-se preferir hidratantes em loção, emulsão ou gel-creme, pois têm textura mais leve e suave do que os cremes concentrados. Os hidratantes devem ser livres de fragrância (fragance free), para evitar sensibilizar a pele, especialmente em casos de tratamento concomitante para a acne.

Quais os produtos mais indicados para limpar minha pele oleosa?

A limpeza da pele oleosa deve ser feita no mínimo duas vezes por dia, com loções tônicas adstringentes ou sabonetes líquidos, em barra ou gel, que contenham ativos capazes de reduzir o excesso de oleosidade, como o zinco.
Deve-se evitar produtos com fragrância que possam contribuir para irritações, que eventualmente ocorrem com tratamentos antiacne.
loading : 1,357 sec